fbpx

Polónia com crianças: a importância de escolher onde viver

Há 4 anos o meu marido aceitou uma proposta de emprego em Varsóvia, Polónia, e decidimos partir à aventura em família (que na altura era composta por 3 meninas de 3, 1 ano e meio e 1 mês).

A minha primeira preocupação neste viver fora de Portugal fez-me entrar em contacto com outra família portuguesa, colega de trabalho do meu marido, que me informou que existe uma grande comunidade “Tuga”, principalmente famílias com crianças numa vila a sul de Varsóvia chamada Bielawa, onde se encontra a escola americana de Varsóvia ASW .

Como nos organizamos no novo “viver”

Dado que o meu marido tem uma atividade bastante exigente em termos de horários, não havia dúvida que a nossa decisão seria viver numa zona onde houvesse várias famílias portuguesas. Sem hesitar, em Setembro de 2016 mudámo-nos para Ósiedle Konstacja.

Como as crianças eram muito novas para ingressar na Escola Americana encontramos com facilidade uma escola Montessori ao lado de casa e, sem nenhum contacto com a língua inglesa antes, as miúdas num mês já comunicavam em inglês. Também ao lado de casa, a uma distância facilmente feita numa bicicleta existem cafés, restaurantes, mercearia, supermercados e parque infantil.

Dois anos mais tarde, a família aumenta com mais uma menina e mesmo com receio e ansiedade optamos pelo nascimento ser na Polónia, também por aconselhamento e partilha da boa experiência que uma amiga teve. Noutro post partilharei os detalhes desta experiência. 

Viver com qualidade de vida

Neste momento, não tenho dúvidas que foi uma boa decisão termos optado por viver nesta localização, as crianças já ingressaram na escola americana e podem ir de bicicleta para a escola fazendo paragem na porta dos vizinhos dizendo “Bom dia” no nosso belo português.

Não sendo uma escola conhecida pela sua exigência académica como é o ensino britânico aqui na Polónia, constato que este privilegia o desenvolvimento de soft skills que para mim são imprescindíveis na formação de pequeno adultos.

Viver num país frio

Não estava preparada para os Invernos na Polónia, são muito escuros, frios e difíceis de ultrapassar, sendo para mim este o único grande defeito. Mais uma vez a localização escolhida faz toda a diferença e torna mais fácil viver estes momentos: um almoço, um mexerico e um chá com as amigas são sempre boas terapias.

Como sempre, depois da tempestade vem a bonança. A primavera na Polonia é esplendorosa e intensa, não conseguimos ficar em casa. Entre passeios de bicicleta, churrascos com os vizinhos, picnic na floresta e caminhadas pelos parques naturais, o tempo esgota-se.


Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: