fbpx

Como decidimos emigrar?

Hugo Barbosa

Ou como esta decisão, em boa hora, nos atropelou sem aviso! Emigrar não fazia parte dos meus planos! O meu percurso Cresci numa cidade pequena no norte de Portugal e, apesar de ter saído de lá para estudar, acabei por voltar para assentar arraiais! Comprei casa, casei... tivemos o primeiro filho... e uns anos depois... Ler mais →

Qual o melhor país para emigrar?

Cristiana Lopes

Como escrevi um livro a contar a história de vários Portugueses que vivem ou já viveram em vários países distintos, perguntaram-me qual era o melhor país para emigrar. Respondi: depende. Depende dos objetivos de vida da pessoa, das prioridades, da personalidade, da área de trabalho, de tantas coisas. Contudo, todos procuramos uma melhor qualidade de... Ler mais →

Polónia: Aventura, Descobrimento e Surpresa

Duarte Carvalho

Tudo começou quando estava a terminar a minha formação académica e a iniciar a minha carreira profissional. Em Portugal, na minha área de trabalho normalmente há diversas oportunidades de emprego. No entanto, a possibilidade de emigrar e trabalhar no estrangeiro, de conhecer novas culturas, novos desafios e aventurar-me numa nova expedição, aceitei uma proposta de... Ler mais →

Porquê escrever?

Joana Duque

Desde que me conheço que a escrita faz parte da minha vida. Não que me considere grande escritora, mas passar os meus sentimentos, as minhas ideias para o papel sempre me ajudou a resolver situações, refletir sobre ideias ou sentimentos. Quando me dediquei ao coaching, estudei e reafirmei esta minha intuição de que a escrita... Ler mais →

Crónica 2 – Sei que nada sei de solidão

Pedro Varela

... somos cinco cá em casa. Só espero mesmo que não seja nada! Liguei para o SNS24 Suíço, disseram-me que só em circunstancias de extrema dificuldade de respiração deveria ir ao Hospital, disseram para ficar por casa, no quarto. Longe de todos. E fiquei... O quarto, o mesmo. A cama, maior. As noites, mais claras.... Ler mais →

O Constante adeus!

Joana Belchior

Neste constante adeus a minha disponibilidade para meter conversa vai-se dissipando no tempo e acredito também que é diferente se é a primeira vez ou se já se vai numa quarta ou quinta re-localização. Porque o reverso da moeda de conhecer muita gente é que também estamos continuamente a dizer adeus. Adeus a alguém com... Ler mais →

Subir ↑