fbpx

Tradições mais coloridas dos Irlandeses

Lá Fhéile Pádraig Sona Duit!

Ou para nós, Feliz São Patrício! Uma das tradições mais coloridas dos irlandeses, a festa celebra um dos santos padroeiros do país. A pandemia obrigou a que se cancelassem as celebrações no ano passado e também este ano. Não haverá folia nas ruas, animação nos pubs, mas com certeza a ocasião servirá para retemperar e elevar o espírito dos irlandeses. 

A Festa Colorida

O Saint Patricks, como é conhecido, o que é imperativo por esta altura é celebrar e trazer para a rua a boa disposição dos irlandeses. Oferecer uma Guinness a alguém, dois dedos de conversa e uma longa maratona de cantorias por toda a parte são traços de uma festa que se faz na rua, nos pubs, em casa.

Se isso não for possível este ano, devido às restrições do lockdown que se prolongam para lá da Páscoa, não passa pela cabeça de ninguém deixar de assinalar a data. 

As lojas estão cheias de material alusivo à festa, para pequenos e graúdos. Desde t-shirts, a bones e barbas de duende, não há motivos para que a festa passe despercebida.

Os trevos e os leprechauns – os duendes irlandeses -são os símbolos de uma festa que se pinta, naturalmente, de verde. 

As Ruas

A 17 de Março, também o verde da Irlanda cobre edifícios por todo o mundo, além das cidades irlandesas. O Global Greening, como lhe chamam, pretende assinalar a magia e a mística irlandesa, em particular para a sua diáspora.

Curiosamente, o verde só se associou à festa no século XIX – no primeiro desfile, que se realizou em Boston, em 1737 o azul era o tom predominante. Hoje em dia, por toda a Irlanda e mundo, é difícil fugir ao tom do verde esmeralda que caracteriza a ilha. Um pouco por todo o mundo, e até por Portugal, edifícios históricos vestem-se de verde num piscar de olhos ás celebrações. Um dos eventos mais impressionantes é sempre em Chicago que tinge o  rio O’ Hare. 

Quem foi Saint Patrick?

Saint Patrick, o feriado preferido da Irlanda, é o padroeiro da renovação, para quem leva o feriado à letra. A data assinala a morte do santo e festeja-se como feriado desde 1093. Patrick morreu em 461, em Saul. Os seus restos mortais estão depositados na Catedral de Dow, em Downpatrick.

Dita a lenda que afastou as cobras da ilha e trouxe o catolicismo para ficar na Irlanda, utilizando a figura do trevo para explicar a santíssima trindade aos locais. 

Ao longo dos anos, as celebrações ganharam notoriedade e Dublin acolhe pessoas de todo o mundo para o espectacular festival que se realiza anualmente. Num ano especial, em que as paradas não saem à rua, quem quiser acompanhar os eventos do festival pode fazê-lo, de 12 a 17 de Março, seguindo stpatricksfestival.ie. Uma tradição muito colorida!

A organização criou um canal de televisão virtual que durante seis dias e seis noites vai dar vez aos artistas irlandeses.

E por aqui se faz a festa. Para quem quiser adoptar o cumprimento irlandes, Lá Fhéile Pádraig significa Dia de São Patrício, Sona significa feliz, Dduit significa para ti. Pronuncia-se Law Lew Paw-drig suna ghit. Lá Fhéile Pádraig Sona Duit! Lá Fhéile Pádraig Sona Duit! 

Lê também:

Um comentário em “Tradições mais coloridas dos Irlandeses

Adicione o seu

  1. Publicação que, além de outras, nos permite aprender algo de novo .
    Parabéns !

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: