fbpx

Recenseamento automático e voto postal gratuito

Para quem pretende votar a partir do estrangeiro, partilhamos algumas informações uteis sobre o voto postal e o recenseamento.

Como votar quando vivo no estrangeiro?

Os cidadãos, que tenham cartão de cidadão português com morada no estrangeiro, e que estão recenseados em Portugal, vão receber uma carta a perguntar se pretendem manter o recenseamento eleitoral em Portugal ou se preferem passar para a morada inserida no cartão de cidadão (estrangeira). Com este método, fica facilitada a possibilidade de participarem nos atos eleitorais do seu país de origem.

Outra mudança que incentiva o voto junto das comunidades portuguesas a viver no estrangeiro é o voto por via postal – permitido nas eleições legislativas – passará a ser gratuito, ou seja, a sua remessa para Portugal deixa de ser paga.

Posso sempre votar?

A eleição do Presidente da República assim como as eleições para o Parlamento Europeu são actos eleitorais que requerem que o voto se exerça presencialmente.

Por outro lado, os emigrantes não votam para as eleiçōes autárquicas.

Curiosidade:

Nas legislativas votam por correspondência, em média, apenas 30 mil emigrantes e nas presidenciais, com o voto presencial, a participação baixa para entre 10 e 12 mil votantes.

Podes obter informação mais detalhada nos seguintes sites:

Lê também:

Um comentário em “Recenseamento automático e voto postal gratuito

Adicione o seu

  1. Os eleitores portugueses que vivem na Suíça, dos cantões de Vaud e Genève, no próximo fim de semana, sábado dia 25 de maio e domingo 26 de maio, das 8h00 às 19h00, poderão votar para as Eleições Europeias no Consulado Geral de Portugal em Genebra. O eleitores do Valais têm uma uma Secção de Voto única no Escritório Consular de Sion.

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: