Vida Social na Noruega

Quanto à vida social, vamo-nos adaptando e conseguindo usufruir em pleno da cultura e dos hábitos noruegueses. Ao início as esplanadas fazem falta. O beber um copo durante a semana ou sair com amigos para um café é algo que não existe. Primeiro porque este povo segue tudo o que é regra religiosamente, ou seja,... Ler mais →

Convívios Noruega

Os restaurantes não são um negócio tão vulgarizado como em Portugal pois tudo é bastante caro, desde a renda, o pagamento aos empregados, que obedece a um mínimo hora estipulado pelo estado. Logo, uma ida ao restaurante com uma refeição de carne ou peixe (pouca opção de escolha),  uma bebida e sem sobremesa pode custar... Ler mais →

Uma “cabana” na Noruega

O processo de encontrar casa foi muito fácil. Bem, fácil para nós, pois a empresa do Filipe providenciou ajuda, antes da mudança para cá. Uma funcionária da Câmara do Comércio, ao serviço da empresa, procurou, enviou fotos e alugou a casa em nosso nome, após aprovação da nossa parte. Morámos nessa mesma casa durante 4... Ler mais →

Casa na Noruega

Quando se aluga uma casa, tem que se fazer um depósito (género uma caução) numa conta bancária, partilhada com o senhorio. O valor pode ser o equivalente a 2 ou 3 meses do valor da renda ou, um outro valor estipulado pelo senhorio, por norma nunca inferior a cerca de 2.000€. No momento de entrega... Ler mais →

Viagem de Carro até Noruega

Viemos de carro! Sim, o que redobrou as preocupações de familiares pois também este factor exigiu alguns preparativos, bastante dispendiosos. Um amigo nosso que já estava na Noruega há cerca de 1 ano, tinha-nos dito que seria positivo trazer carro pois os primeiros meses seriam difíceis de suportar – Janeiro, temperaturas horrivelmente baixas, pouco para... Ler mais →

Os preparativos da jornada

Aquando da entrevista de trabalho do meu marido em Outubro de 2012, na pacata cidade de Kongsberg, uma decisão tinha que ser tomada e, como não tinha sido eu a arranjar emprego, a maior fatia desta resolução, estava do meu lado. Ao olhar à minha volta, o meu marido perguntou-me “Imaginas-te a viver aqui?” E... Ler mais →

País de Vikings e de Trolls

Como Portuguesa que sou, nascida e criada, e, descendente de um povo de descobridores, aí fui eu, descobrir o país dos Vikings, do sol da meia noite e, de neve, muita neve! Eu sou a Tânia Valente, tenho 40 anos, sou professora de Inglês e Alemão de 3. Ciclo e Secundário de formação inicial em... Ler mais →

Subir ↑