Sobre Moçambique

Em Moçambique o sistema nacional de saúde, como vos posso explicar… é algo controverso. Mesmo no sistema público, pagando, o serviço prestado somos bem atendidos e bem tratados. Onde existem quase todas as especialidades e muito bons profissionais. Existem também as clínicas privadas onde o atendimento é sempre ou na sua maioria muito bom, mas também muito caro.

Os meus 2 filhos nasceram aqui, ambos no Hospital Central de Maputo, paguei o parto – para ser acompanhada com a obstetra que me acompanhou durante toda a gravidez e um quarto mais resguardado. Nada posso apontar quanto ao tratamento que tiveram connosco. Pronto a alimentação, já sabem hospital.

Já fui com o meu filhote 2 ou 3 vezes ao hospital provincial (Matola) e fui sempre bem atendida, e ele bem tratado.

A nível educativo as escolas públicas nem pensar. Os infantários (escolinhas) são todos privados e funcionam na generalidade muito bem.

As dificuldades aqui são algumas se a nossa mente não estiver aberta a tudo… Aqui tudo é possível de acontecer! E a nível de serviços públicos é terrível pois em todo o lado temos que “destrocar” dinheiro para fazer alguma coisa, ou para que os documentos andem.

Em relação às equivalências do curso foi relativamente simples, porque o curso de engenharia civil aqui também existe. Mas tive uma colega que teve imensos problemas e até ao dia de hoje não obteve nenhuma equivalência porque dizem que o curso de Motricidade Humana vertente reabilitação motora não existe.

Os maiores desafios, continuam a ser tantos, mas talvez o ter comprado terreno, construído a casa e ter tido cá os meus filhos.

A maior conquista foi a nível profissional, sem dúvida.

E quando vou a Portugal, sinto falta de Moçambique…

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: