fbpx

Saudade

Depois das festas, de regresso ao país que acolhe a mim e à minha família já há 2 anos, a nostalgia e a saudade voltaram a invadir o meu coração. Sempre que terminam as férias em Portugal e estou a fazer as malas de regresso, este sentimento de tristeza e saudade teima em invadir a alma.

Em Agosto, ainda com cheiro a mar entranhado nos cabelos e o calor no corpo, torna-se ainda mais difícil dizer adeus ao nosso país. Este Natal não foi exceção. A única diferença foi que desta vez não fui a única a chorar. A minha filha de 7 anos pela primeira vez chorou e pediu-nos insistentemente para ficar em Portugal, porque tinha saudades das amigas, da comida, da fruta e das castanhas…

Somos umas felizardas!

Se por um lado fiquei orgulhosa, por ter conseguido incutir nela este patriotismo, por outro, fiquei triste por vê-la tão pequena e já a sentir o mesmo do que eu. Por ela, enxaguei as lágrimas, levantei a cabeça, pus um sorriso nos lábios e disse: “A tua casa é onde está a tua família. Que sorte que temos as duas de ter amigos por todo o mundo, conhecermos tantos lugares incríveis e de vivermos tantas experiências inesquecíveis que ficarão na nossa memória! Somos umas felizardas!”

Saudade não é só a palavra que caracteriza os emigrantes, mas também a coragem, a força, a audácia, a resiliência. E é assim que queremos ser lembrados.

Passado dois dias de termos regressado, a minha filha já estava novamente feliz, neste seu outro mundo com as suas outras amigas. Já não se lembrava mais de Portugal. O tempo cura e a mágoa passa.  Há que olhar em frente e seguir o caminho que nós ousamos atravessar. Há que ter orgulho e acreditar na vida sem fronteiras que estamos a construir. Não é preciso esquecer o mundo antigo, mas adicionar novas experiências para renovar o novo ciclo positivo de emoções. É preciso criar novos hábitos, novas raízes, novos laços, sem nunca perder a identidade. E apesar de longe da vista, ter Portugal no coração.

E vocês como gerem a saudade?

Leia também:

5 comentários em “Saudade

Adicione o seu

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: