fbpx

Reinventar-me

Às vezes nem sempre é fácil.

Uma mudança seja ela qual for não é fácil para qualquer um… É a tralha acumulada de anos, que nem nos apercebemos, que muita é lixo, é o esforço de organizar,  parar e avaliar o que é realmente necessário levar, por onde começar, a desarrumação a confusão,…. Não falo somente de ver qualquer canto desorientado, falo da nossa cabeça que fica a mil…o exercício do desapego, dos amigos que viraram parte da família, os “porques”, os “onde”,  “as escolas” os “como” que vão surgindo e à medida que já nos estamos movendo parecem como flechas que por vezes não acertam em qualquer alvo….e seguimos, e tudo se vai resolvendo. Conseguimos!

Já estive a viver em diferentes países, em diferentes circunstâncias. Filha de pais emigrantes, parece que está no sangue seguir esse caminho…à procura de novas oportunidades.

Acredito que muitos que têm trilhos parecidos se revêem de alguma forma nestas palavras.

E  de repente há sempre um momento que dizemos …e agora? O que faço?

Nestes últimos anos mudámos de país sempre pelo trabalho do meu marido..

Deixei em Portugal, Silves mais concretamente, a minha actividade de formadora na área agrícola e jardinagem e de Freelancer na área de Arquitetura Paisagista….posso dizer que gostava bastante do que fazia, mas era muito mal remunerada e tinha muiiitooo trabalho de preparação, sempre com a incógnita de quando iam pagar e se me chamavam para dar mais formação.

(Sou formada em engenharia hortofuticola e  arquitectura paisagista e como não basta, ainda levava mais uma formação no bolso tirada no Porto numa área que rapidamente me apaixonou – Biomagnetismo Holístico).

Vamos dando muitas voltas ao longo da vida, à procura de muitas coisas…as mudanças ajudam a encontrar muitas e deixar outras para trás.

Assim cheguei com uma mala cheia de cursos,  mas não podia trabalhar…coisas de vistos e de ser acompanhante do meu marido ( eu não sabia falar espanhol…mas isso não seria um problema…nunca me inibi de falar portuñol, e com o tempo fui melhorando…felizmente não era mandarim ou holandês que parecem mais complicadas!)

Como não sou pessoa de ficar parada não aguentei muito sem criar uma actividade ( a pesar de estar a ser importante a minha total disponibilidade e que agradeço, para os meus 3 filhos. Havia sempre espaço enquando estavam na escola). Vi muitas mamãs também formadas a desempenhar actividades mais simples, especialmente de vendas (no México muitas deixam de trabalhar quando são mães).

Decidi ser artesã. Levei as nossas cortiças para o México e começei a fazer bijuterias e criei a marca @Corklusa… na verdade o que eu gostava era de as fazer e não de vender!

Apresar de ser coisa pequena, cheguei a ser convidada pela embaixada de Portugal durante os 4 anos que lá estive para expor e vender os meus produtos numa das maiores feiras da cidade, a Feira Culturas Amigas (FICA) que ocorre na praça do Zócalo. Um lugar incrível onde milhares de locais e turistas visitam. 

Não ficando por aí decidi investir, uma vez que estava na terra onde nasce o Biomagnetismo, em adicionar mais umas formações ao meu CV e colocar em prática algo que vim a descobrir que adoro fazer e que até tenho jeito!

Assim que sou muito grata pelas mudanças! Estas trazem-nos muitas surpresas e se agarrarmos as oportunidades, com e sem medos, que vão “magicamente” sendo colocadas à nossa frente, vamos descobrir um melhor eu, outras capacidades outras paixões possíveis.

Podia seguir contando até onde fui e como estou hoje, agora noutro país, reinventando-me de novo, descobrindo e mais uma vez a “deixar” ser posta à prova a outros novos desafios. Mas creio que ficará para uma outra vez.

2 comentários em “Reinventar-me

Adicione o seu

  1. É um orgulho para toda a família minha querida filha ! Nunca desanimando , lutadora resiliente, sensível e sempre disponível. Um exemplo vivo onde a vida é preciso ser vivida em pleno . És um Dom da Natureza ! Estarei sempre a teu lado minha pequenina GRANDE!

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: