fbpx

Procurar Casa Em Budapeste

Depois de ter passado pela experiência de procurar casa em Paris e em Londres, o desafio de encontrar um sítio para viver em Budapeste foi muito mais fácil!

No entanto, esta não é a opinião geral. Os locais consideram que é uma tarefa complicada nos tempos que correm, sobretudo pela subida dos preços. Ainda assim, se está a pensar mudar-se para a capital Húngara, saiba que encontrar casa vai, provavelmente, ser relativamente simples.

Questões Práticas

Ao contrário da maior parte dos países da Europa Ocidental, na Hungria os proprietários não exigem muito dos inquilinos em termos burocráticos.

Normalmente, o primeiro passo para poder arrendar uma casa em qualquer país é ter um contrato de trabalho. Não na Hungria…

Mudei-me para Budapeste para fazer um curso, que nem sequer era numa instituição de ensino superior. Não trabalhava na altura, mas tive a vantagem enorme de a minha senhoria nunca me ter pedido um contrato de trabalho. Entreguei um mês de caução e uma renda adiantada, e assinei o contrato nesse mesmo dia.

Contrato de Arrendamento

Os Húngaros poupam dinheiro sempre que podem. Mesmo que isso signifique fugir aos impostos.

Muitos senhorios optam por arrendar os apartamentos de forma ilegal, sem contrato. Outros fazem os contratos, mas nunca chegam a registá-los junto das autoridades competentes.

Claro, não é sempre assim. Há muita gente que arrenda de forma clara e legal. E isto é importante para quem se muda para o país porque a Hungria, apesar de pertencer à União Europeia, requer que os estrangeiros ali residentes tenham um “Address Card”. E para o obter é necessário apresentar um contrato de arrendamento.

Onde Procurar

Há uma Hungria dos Húngaros e uma Hungria dos estrangeiros. E, não surpreendentemente, a Hungria dos Húngaros é mais barata que a dos estrangeiros…

Se procurar alojamento em sites e grupos de Facebook em inglês, direcionados ao público estrangeiro, vai encontrar anúncios com preços mais altos do que os praticados no mercado. Preços que podem estar na ordem dos 50 – 70% mais do que os preços habituais. Os apartamentos são, regra geral, mais modernos e espaçosos. Mas é, sem dúvida, um mercado premium.

Por isso, se tiver um orçamento mais apertado, o meu conselho é que procure em plataformas húngaras, como este site e este grupo de Facebook, e use o Google Tradutor para entender os anúncios.

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: