Português e a sua marca no mundo

Ana Carvalho

Decorria o ano de 2015, um ano depois de nos termos mudado para cá, quando a dar uma vista de olhos pelo Facebook me deparei com informação sobre uma Escultura a ser construída num dos parques mais afamados e visitados na cidade de Vancouver (Stanley Park). Escultura essa que contava a história da vida de um “simples” baleeiro Português, natural da ilha do Pico, “Português e a sua marca no mundo”.

Curiosos como somos e eternamente turistas por cá, fomos visitar e adorei a história desse pioneiro e senti-me um pouco em Portugal, porque havia muita pedra de calçada portuguesa instalada por um Senhor natural da minha freguesia natal.

Entre os vários apoiantes desta escultura encontramos nomes gravados em pedras no chão, como o da Câmara Municipal da Ribeira Grande, a minha cidade natal. Aí já percebem porque me senti um pouco em Portugal.

A Exposição

SHORE TO SHORE

Costa a Costa, é o nome desta escultura feita pelo bisneto deste senhor de nome Joe Silvez. Joe nasceu em Portugal, mais concretamente na ilha do Pico em 1830 e com apenas 12 anos começou a trabalhar na caça às baleias. Sabe-se que foi o seu espírito aventureiro que o levou ao outro lado do mundo e que por volta de 1860 chegou à costa de British Columbia.

Esta escultura honra a ligação entre os Portugueses e os primeiros povos da costa pescatória e simboliza a união dos diversos povos em Vancouver. Esta grande escultura é feita em bronze e rodeada pela nossa linda pedra de calçada portuguesa. No centro desta peça de arte está a cabeça de uma águia que representa simultaneamente a Costa Salish (povos nativos) e o pássaro que representa os Açores. Por trás desta cabeça de águia existe uma leve imagem do brasão portugues. As imagens que estão à volta em forma de ondas simbolizam o oceano que conecta a costa da ilha do Pico e a costa norte de Vancouver.

Português e a sua marca no mundo

Este portugues teve 11 filhos e 2 esposas e muitos dos seus descendentes ainda vivem por British Columbia. Poderão ler mais sobre esta escultura e sobre este português aqui.

Lê também

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: