fbpx

Os Petiscos da Quarentena

Ou como a pandemia nos reconciliou com a cozinha, como escrevia Rafael Tonon no Jornal Público no dia 23 de Maio!!!

“De repente, um vírus parou o mundo, fechou-nos em casa e mandou-nos para a cozinha. Cozinhar em casa tornou-se uma necessidade durante o isolamento social — sem as tascas, restaurantes e cafetarias (exceto em sistema de take-away ou entrega), restou-nos enfrentar o fogão.”

Para alguns foi um entretenimento, para outros uma necessidade, e para uns quantos ainda uma forma de alimentar as redes sociais e ganhar uns “likes”!!! De uma forma ou de outra, tínhamos de preparar pequenos-almoços, almoço e jantar em casa e para a família toda, e valeu-nos a internet para tentar inovar nas receitas! Os supermercados viram-se a braços com uma procura nunca vista de farinha e fermento, para abastecer o fabrico de pão e bolos caseiros! Mas no final das contas, penso que foi fantástico para estreitar laços familiares, com a distribuição de tarefas pelos mais pequenos por exemplo, e, provavelmente, para nos nutrirmos melhor, com muitas pessoas a descobrirem que afinal sabiam cozinhar e que até têm jeito para a coisa!

No nosso caso, já tínhamos por hábito cozinhar algumas vezes em casa, e na realidade gostamos muito de o fazer, mas não dispensávamos um jantar ou almoço num restaurante giro, pelo menos uma vez por semana! E Miami tem uns quantos bem giros!! Mas o meu marido costumava viajar de 2ª a 5ª e na realidade só tínhamos 9 -10 refeições juntos por semana. De um dia para o outro, passamos a ter de pensar em 21 refeições! E não nos podemos queixar, porque somos só dois! Recordo-me de ser miúda, e ouvir a minha Mãe a perguntar-se o que iria fazer para jantar!! Imagino que não deve ser nada fácil preparar um menu semanal para uma família de 4+, mantendo a diversidade e agradando a todos!

Pois bem… nestes mais de 2 meses confinados, o nosso menu incluiu bolinhos de bacalhau e bacalhau à Brás, robalo ao sal, o cabrito assado na Páscoa e variadíssimas massas; algumas versões saudáveis de panquecas com banana e coco e experiências dentro da doçaria portuguesa, desde pasteis de nata a suspiros, passando por pudim e leite creme!!! Valeu-nos a caminhada diária que ainda fomos autorizados a fazer para compensar a ingestão calórica!!! Tentamos, pelo menos uma vez por semana, reproduzir uma espécie de “jantar fora”, com umas roupas mais elegantes e umas velas, procurando de alguma forma manter a nossa rotina pre-covid!

Temos de agradecer às redes sociais, ao youtube e às amigas prendadas pela grande fonte de informação que nos permitiu tornar estas dezenas de refeições mais prazerosas. E foi muito interessante de ver as várias iniciativas de chefes conceituados e restaurantes que decidiram partilhar as suas receitas, bem como de alguns grupos no FB  criados para o efeito, como o Portuguese Style Food & Recipes, onde se partilham todo o tipo de receitas de pratos tipicamente portugueses, desde o chouriço à broa!!

A realidade é que é à mesa que passamos os serões de 6ª e sábado com amigos, que festejamos aniversários e outras conquistas, e até mesmo que se fecham negócios. Por isso, não seria um Covid 19 que nos iria tirar o prazer de uma bela refeição!! Mesmo os serões com amigos em casa ou num restaurante foram, temporariamente, substituídos por belos repastos via Instagram, Facebook e Twitter para discutir o que estamos cozinhando e trocar ideias de receitas, com muitos brindes à mistura!! Porque o nosso lado social não desapareceu, teve apenas de ser adaptado à Quarentena! E agora, já estamos prontos para voltar!!! A ver vamos se os bons hábitos de cozinhar e comer em casa não se perdem!!

2 comentários em “Os Petiscos da Quarentena

Adicione o seu

  1. Muita imaginação e inteligência no sentido de ultrapassar os constrangimentos provocados pela pandemia!

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: