fbpx

Novo Destino: Bulgária

Bulgária!? Onde fica exatamente?… Confesso que tive de ir ver ao mapa certificar-me dos países fronteiriços. Macedónia do Norte a Sudoeste, a Sérvia a Noroeste, Roménia a Norte, Mar Negro a Este, Turquia a Sudeste e Grécia a Sul. Não estava a ver o país ser tão a sul, mas perfeito, com a Grécia ali mesmo ao lado está-se bem. Bulgária aqui vou eu!

As únicas imagens que eu tinha na minha cabeça da Bulgária eram de uma catedral com pessoas a passar à frente vestidas com casacos compridos e gorros de pelo (bem ao estilo Soviético), de tempo escuro e de neve no chão. Lembro-me também de gostar de ouvir folclore Búlgaro no programa “Rumores do Planeta” da RUC (Rádio Universidade de Coimbra) e por esta altura, 2005, a Bulgária começava a ser conhecida no Reino Unido (onde eu vivia) pelas propriedades muito baratas e estilo e vida simples nas regiões rurais. 

Não sabia mais nada do país, para além de ser pobre e de que iria entrar na União Europeia em 2007. As minhas expectativas eram baixas, muito baixas, mas estava pronta para uma nova experiência e afinal, ainda era na Europa. 

Falando de expectativas, 6 anos antes quando me mudei de Portugal para Londres no RU, eu esperava chegar a um país bem mais civilizado do que Portugal. Rapidamente constatei que não era bem o caso pois haviam coisas melhores mas também coisas piores. Por isso passei a acreditar que há sempre um lado positivo e certamente outro negativo em todo o lado.

Chegada a Sófia, as primeiras impressões justificavam as baixas expectativas. Talvez só a comida conseguia superá-las. O primeiro longo passeio a pé foi feito ao longo da única linha azul no mapa, na esperança de encontrar um riacho simpático. Estava desesperada para encontrar água nesta cidade sem rio. O riacho simpático era afinal apenas um canal com um fio de água que parecia mais uma lixeira ou um esgoto a céu aberto, não era, mas parecia. Continuei ao longo do canal esperando sempre chegar a alguma zona mais agradável. Foi piorando, prédios degradados, passeios partidos ou inexistentes, lojas e artigos que lembravam a minha infância no início dos anos 80 em Portugal… O meu coração estava apertadinho.

O passeio já ia longo e desisti de encontrar o riacho idílico. Virei para o centro da cidade, entrando na Av. Maria Luiza. As lojas não melhoravam. Só chegando à Av. Vitosha é que começo a respirar alguma atualidade e os meus olhos reluzem ao verem o primeiro franchising de moda: a Mango! Sigo depois em direção à rua Graf Ignatiev e aí o meu coração bate mais forte e dou pulos de contente por dentro ao ver uma livraria mais ao estilo a que estava habituada. Foi aí nesse momento que senti bem no fundo que tudo iria correr bem.

Desde então, já lá vão 13 anos, Sófia superou e muito as minhas expectativas iniciais. E tal como conclui anos antes no Reino Unido, também a Bulgária tem coisas boas e outras menos boas, no entanto o saldo continua a ser mais do que positivo.

2 comentários em “Novo Destino: Bulgária

Adicione o seu

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: