Mais uma mudança

Flávia Neves

É verdade! Voltei a mudar de país, e desta vez de continente. Sim! Estou no Dubai! É a minha quinta mudança de país e a primeira vez de continente. Comecei em 2011, na Suíça (quando ainda não tinha filhos), voltei a Portugal. Em 2016, já com 2 filhos, retomei a minha vida além fronteiras. Primeiro Inglaterra, depois Suíça e desde Setembro: Dubai!

Muita gente me pergunta: “Como “aguentas” tantas mudanças em tão pouco tempo? E os teus filhos? Ah pois, já estão habituados…”                    

Não, não estão habituados às mudanças. Nem eles, nem nós. E ainda bem. Sinal que continuamos a criar raízes e a viver no novo país como “se fosse para sempre”. Este é o meu lema e tento passar isto aos meus filhos. Não penso muito no futuro, não me pergunto quantos anos vou ficar aqui, nem penso que tal como eu e as minhas amigas estamos aqui de passagem. Vivo o presente com a mesma intensidade. Esta foi a forma que encontrei para tornar este processo mais fácil . Acredito que não nos estamos a habituar à mudança, mas sim a tornarmo-nos (nós e claro os nossos filhos) mais resilientes e mais flexíveis.

Primeiras impressões do Dubai

Dubai tem um encanto especial, difícil de explicar. Uma diversidade cultural, de pessoas, de paisagens e um lifestyle que torna este lugar especial. A diversidade de paisagens (desde as praias, ao silêncio do deserto, aos impressionantes arranha-céus no centro da cidade até às luzes que iluminam a cidade à noite), a simpatia das pessoas, o clima (apesar de ser muito quente no Verão, o Dubai tem 6 meses com uma ótima temperatura) e a grande variedade de oferta de serviços, lazer, atividades, fazem do Dubai um lugar incrível para viver.

Adaptação

A integração aqui não foi imediata e houve vários desafios que fazem parte de uma mudança internacional. Muito diferente das cidades onde vivemos. Em termos de clima, paisagens, cultura, lifestyle, bem mais tecnológica, mais barulhenta, mais intensa. Houve dias que pensava: “O que estou aqui a fazer?”, “Porque decidi vir para aqui?”. Faz parte do processo de integração e há sempre dias mais difíceis na fase inicial. Estamos em constante aprendizagem e com o tempo tudo se vai recompor.

Aceitar, confiar e olhar com otimismo para a nova aventura sempre focada nos pontos positivos e nos óptimos dias que também já vivemos e nos outros que ainda estão para chegar. Outra dica que também aprendi com a minha experiência é: Não comparar. Não comparar o país onde acabei de chegar com o país que acabei de sair. Viver o presente, focar nos pontos positivos da nova experiência e guardar as memórias e experiências passadas no coração. Temos sempre tantas histórias para contar!

Quase 5 meses depois da chegada

Agora passado quase 5 meses, posso dizer que chamo Dubai, de casa . Estamos muito contentes com este  novo destino que nos recebeu tão bem. Claro que isto não seria possível, sem o grupo incrível de amigos que encontrámos aqui e que nos tem ajudado muito nesta nova aventura. O que aprendi neste meu percurso, foi que um dos fatores de sucesso para uma mudança,  é o grupo de amigos que encontras no país (quer nosso, quer dos nossos filhos). Temos tido muita sorte em termos encontrado em qualquer um dos destinos, grupos de amigos fantásticos e que tem tornado esta nossa vida além fronteiras uma experiência incrível e especial.

Lê também:

Um comentário em “Mais uma mudança

Adicione o seu

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: