fbpx

Eventos desportivos na Suécia

Ana Cerqueira

Às vezes Estocolmo faz lembrar um fim de semana num shopping português nos idos anos 90, tudo de fato de treino, só que em 2020 todos com muito mais estilo. Os Suecos são muito desportivos.

Na Suécia há uma espécie de histerismo em volta das atividades e dos eventos desportivos. Toda a gente que se preze pratica avidamente um tipo de desporto. Mais não seja ir ao ginásio uns dias por mês já que está previsto na lei uma espécie de abono para a prática desportiva – qualquer coisa como “subsídio de bem-estar”.

Há desportos para todos os gostos e esta malta pratica-os o ano inteiro, o auge acontece nos eventos, e enganem-se aqueles que pensam que não se faz cross-country no verão… ou não se faz nada no inverno. Esta malta arranja sempre maneira de fazer escorrer mais um pingo de suor.

Mas o mais interessante é que estes eventos abertos ao público em geral são organizados de forma a que todos (ou mais ou menos todos) possam participar, desde os mais pequenitos, até aqueles com mobilidade condicionada. Com provas diferenciadas durante o dia ou fim de semana. É um acontecimento que envolve famílias, ou origina equipes nos locais de trabalho. E aqueles que completarem 4 provas em modalidades distintas que indicarei mais adiante num período inferior a 12 meses ganha um diploma “swedish classic”. Cá para mim acho que todo o Sueco tem o “swedish classic” na sua bucket list.

Aqui fica uma lista de apenas alguns dos eventos abertos ao público em geral que conheço: corridas, ciclismo, swimrun e cross country. Mas há imensas outras provas abertas ao público, como provas de orientação, vela ou canoagem.

Corridas

Corridas, maratonas, meias maratonas…

Broloppet – Outubro – meia maratona sueco-dinamarquesa – atravessa a ponte de Oreseund – tem mais de 60.000 participantes e é considerada das maiores provas organizadas abertas ao público em geral.

Göteborgsvarvet – Maio -meia maratona em Gotemburgo chega a ter 60.000 participantes.

Stockholm Marathon – outubro – a inscrição dá direito a um t-shirt cuja cor é diferente todos os anos, e não raras vezes é possível ver um desportista com uma.

Tjejmil – Setembro, é uma prova de 10km só para mulheres em volta de uma das ilhas mais emblemáticas da cidade de Estocolmo – Djurgarden.

Stockholm trail – Agosto – trail de 5, 10 ou 21 km. As crianças dependendo das idades têm provas de 400 metros a 2 km.

Lidingöloppet – Setembro, é um dos maiores trail-runs que tem lugar numa ilha adjacente a Estocolmo, com provas de vários distâncias de acordo com a idade pode atingir cerca de 30km e faz parte do “swedish Classic”

Midnattsloppet – Agosto, uma das provas mais animadas e divertidas e acontece em várias cidades da Suécia. São 10 km nocturnos entre a malha urbana com palcos montados ou até entertainers ao longo dos kms. Se fores mascarado podes participar a custo zero, e acreditem que há participantes que se empenham em máscaras fantásticas mas pouco práticas para a corrida.

Ciclismo

Vätternrundan – Junho, outro “swedish classic” é um evento de ciclismo de 300 km realizado em dois fins de semana em Junho com cerca de 25 mil participantes que se dividem entre as provas de 300km, 150km e 100km.

Siljanrunt – Setembro, uma prova em torno do Lago Siljan, cerca de 120 km pelas paisagens mais deslumbrantes do interior Sueco e das cidades mais emblemáticas.

Para os que terminam a prova juntamente com a medalha ganham também um cavalo de madeira de Dalarna (símbolo da Suécia e oriundo desta zona – Dalarna)

Velothon – Setembro, uma prova de 55km ou de 155km inserida nas provas do mesmo nome que também acontecem em outras cidades do mundo. Esta tem início e fim em Estocolmo mas percorre os acessos principais a Estocolmo vindos de Sul.

Natação

Vansbrosimningen – julho, um competição de 3km que faz partes das 4 provas que compõem o swedish classic. Ö-till-ö – o Nome significa “ilha em ilha” e esta prova é tida como a origem do conceito swim-run, um percurso de 75km dos quais 10km de natação atravessando mais de 24 ilhas do arquipélago de Estocolmo. Conta com os melhores participantes do mundo nesta modalidade mas também está aberta ao público. Vale sobretudo pelo ambiente e pelas paisagens que envolvem toda a prova.

Cross-country (skiing)

Engelbrektsloppet – Fevereiro, há vários tipos de provas de 45km e 60km, mas também de estafetas de 10km cada. E o último dos Swedish classics

Vasaloppet – Março, esta prova de até 90km foi inspirada na viagem notável do Rei Gustav Vasa, que fez de Mora até Sälen quando teve que fugir de soldados dinamarqueses durante o Inverno de 1520. De acordo com a lenda, o Rei teve que fugir esquiando. Esta é das provas de inverno mais emblemáticas da Suécia com emissão na televisão.

Lê também:

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: