Educação na Holanda

Uma coisa interessante é o VVE (voorschoolse of vroegschoolse educatie). A intenção geral é que todas as crianças comecem a escola com um bom domínio da língua (para a idade que têm). Assim, crianças com alguma dificuldade na fala, ou crianças que não falam o holandês, nomeadamente no caso em que ambos os pais não são holandeses, têm direito a um determinado número de manhãs grátis nas creches que têm o programa. No nosso caso tínhamos 2 manhãs grátis.

No dia a seguir à criança fazer 4 anos, começa a escola, (groep 1) que só é obrigatória a partir dos 5 anos (groep 2). Quando digo obrigatória, é no sentido em que não dá para faltar às aulas porque lhe dói a barriga, ou porque o vôo na quarta feira antes das férias é mais barato e não há problema de faltar. Há relatos da polícia no aeroporto não deixar crianças em idade escolar embarcar se for em dias de aulas. Pode ser pedida uma autorização à escola, uma vez, para uma razão muito especial (o 50º aniversário de casamento dos avós, por exemplo). Claro está que depende do regulamento da escola.

Existem escolas para todos os gostos (dos pais 😉 ) Católicas, Islâmicas, de inspiração Montessori, Waldorf….e a grande maioria são públicas. Existem escola privadas, geralmente com ensino numa língua estrangeira (escola Americana, Liceu francês, Escola Alemã).

Uma coisa que me surpreendeu este ano, que a minha filha passou para o groep 3 (a nossa primeira classe), foi que não recebi lista nenhuma de material para comprar. Perguntei às minhas colegas e elas muito espantadas perguntaram-me “Mas qual material??”, “Livros, cadernos, canetas, marcadores, tesouras…..”. Afinal, a escola dá tudo até ao groep 8. Só precisamos de comprar roupa e ténis para a educação física.

O sistema de educação é um bocado diferente do nosso, mas a explicação detalhada fica para um próximo post.

É verdade, as crianças adaptam-se bem, se calhar melhor do que nós. A minha filha, tem hoje 6 anos, e fala holandês fluentemente. Faz de tradutora (em coisas simples, claro). Está muito bem integrada, e tem um grupo de amigas, e uma vida social bastante intensa (mais activa que a nossa). Claro que as crianças são diferentes, e as idades também são diferentes, mas ao mesmo tempo, acho que viverem num ambiente bilingue é uma mais valia para o futuro. E apesar dos problemas no ensino aqui (com falta de professores), para já prefiro que ela esteja aqui na escola do que em Portugal, onde não vivi essa experiência é certo, mas pelo que lia de outras mães em grupos no Facebook, os miúdos andavam super stressados por causa dos exames e dos trabalhos de casa. Aqui não há trabalhos de casa, pelo menos até ao groep 5, e há uma descontracção maior (se calhar às vezes até demais…).

Um comentário em “Educação na Holanda

Adicione o seu

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: