fbpx

E de repente…

De repente a vida deu uma reviravolta …. passámos de uma vida agitada baseada em corridas, donde destaco as eternas corridas para levar/buscar os meninos à escola e as actividades, das refeições rápidas, das idas constantes ao supermercado, das idas as lojas para comprar a prenda para o amiguinho que faz anos, do planeamento pormenorizado dos tempos livres, fins de semana, dos feriados e das férias para o confinamento. 

De repente temos tempo para tudo … bem quase tudo. Sem crianças pode ser que sim mas com as crianças continuamos ocupados mas de uma maneira diferente e mesmo abrupta. 

De repente estamos todos em casa, cada um no seu espaço dedicados a trabalhar de casa mas onde temos que orientar as crianças nesta nova realidade.

De repente, nós, adultos tivemos que nos adaptar a dar aulas/trabalhar de casa. Informatizar os nossos documentos e projectos e utilizar novos sistemas de comunicação. 

De repente pensamos que já não podemos ir a Portugal de férias no verão. 

De repente tivemos que reaprender uma série de coisas para puder ensinar aos nossos filhos. 

De repente deixámos de puder ir ao supermercado só porque nos apetecia qualquer coisa que não tínhamos em casa.

De repente as crianças tiveram que perceber que ja não podem ir à escola e ver os seus amigos. 

De repente a preocupação em relação aos que estão longe triplica. 

De repente as crianças tiveram que aprender a estudar de/em casa pois tiveram que reaprender a viver em casa com um horário escolar. 

De repente em vez de almoços rápidos, temos quatro pessoas a comer (pequeno almoço, almoço, jantar e snacks pelo meio).

De repente apercebemos-nos de que não podemos ir passear para o centro comercial porque está fechado. 

De repente olhamos para o relógio e não sabemos bem o que fazer. Temos que refazer a nossa rotina (que muda coisa de dia para dia se não a cada hora).

De repente apercebemo-nos da realidade fora da nossa casa e das consequências deste vírus.

De repente vêm-nos a cabeça que já não podemos viajar quando quisermos e para onde nos apetece. 

De repente percebemos de que este inimigo não nos vai abandonar e que vamos ter que saber lidar com ele.

De repente somos obrigados a usar máscara sempre que quisermos ir à rua. 

De repente ir à rua … é uma trabalheira pois temos de conjugar luvas, máscaras, produtos e limpeza e desinfectantes. 

De repente pedem-nos para que regressemos ao trabalho fora de casa.

E nos entretantos, observamos os números de quantas vidas já foram perdidas, do sofrimento dos outros e de como esse sofrimento nos afecta a todos – de uma maneira ou de outra. 

E de repente, enquanto estamos todos juntos e por enquanto bem, tentamos aproveitar os momentos simples da vida, tentamos reflectir em conjunto e criar momentos de paz, e aí no silêncio conseguimos perceber o quão minúsculo Ser somos neste mundo tão gigante. 

E de repente vem a Saudade de reviver a realidade que vivíamos a cerca de um mês atrás. 

E de repente temos que reaprender a amar o nosso Mundo que é agora um espaço diferente.

E de repente vem uma vaga de esperança de ainda puder ir a Portugal no verão … será?

4 comentários em “E de repente…

Adicione o seu

  1. Que lindo pensamento. Tudo real. Como sempre foi real, o trabalho, o percurso, os estudos, a força, a garra, a imaginação, a perseverança em tudo o que faz e a tudo com que se compromete. Os filhos vieram desabrochar outra realidade, a de mãe. Uma mãe dedicada, amiga, atenta, carinhosa, alegre e bem disposta que aumenta a cada dia o amor que os filhos lhe dedicam. Como não poderia falar de quem adoro, venero, a minha filha!!! Orgulho deste ser maravilhoso!!! Tua mãe que sonha ainda por poder passar uns dias de verão… contigo/convosco, no nosso cantinho Português

  2. De repente li o teu o teu pensamento escrito da maneira como Tu o descreves a definir o estado actual em que todos nós estamos presentemente a viver,
    No entanto, todos nós não podemos perder a esperança de que tudo um dia virá ser como dantes.
    Adorei e gostaria de partilhar com todos os meus amigos.
    Bjs

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: