fbpx

Dar à luz em Madrid: o sistema de saúde Espanhol (2)

Tive direito a um curso de preparação para o parto no centro de saúde, com seis aulas de duas horas cada uma e um grupo de pós-parto com duas aulas.

O parto foi no hospital público “Hospital Universitario La Paz” e correu tudo bem. Em Espanha, à semelhança com Portugal, privilegiam o parto natural e evitam ao máximo a cesariana. No meu caso, tive parto natural e correu tudo bem. Fui bem tratada tanto no parto como no pós-parto, onde estive dois dias internada antes de poder ir para casa. O acompanhamento pediátrico feito ao bebé nas primeiras semanas é frequente, mas após os 2 meses as consultas são mais espaçadas. No centro de saúde, temos um “pediatra de família” e se o bebé tiver algum problema, em vez de ir às urgências, podemos facilmente agendar consulta com o nosso pediatra através da internet para o próprio dia ou para o dia seguinte. Tudo sem custos, claro.

No nosso cartão de utente espanhol, temos número de telefone de emergência (112), os nomes dos médicos e enfermeiros de família, o telefone do centro de saúde e a morada e telefone do serviço de urgências mais próximo, que pode não ser um hospital – no meu caso, é um centro de saúde que tem urgências 24h.

Pela empresa, tenho seguro privado de saúde “Sanitas” e experimentei as urgências deste hospital privado uma vez apenas. A nível de tempos e diagnóstico correu bem. Entrei nas urgências com algo não urgente, mas igualmente importante, fiz a triagem em 5 minutos e esperei 10 minutos para ver o médico especialista. Tudo muito rápido. Contudo, não consigo dizer se o sistema nacional também funciona da mesma maneira.

Um comentário em “Dar à luz em Madrid: o sistema de saúde Espanhol (2)

Adicione o seu

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: