fbpx

A educação na República Checa

A educação na República Checa é obrigatória desde 1774, o que explica uma taxa de literacia de 99%. 

O sistema de educação  divide-se em Pré-Escola, Escola Básica (základní škola), Escola Secundária e Ensino Superior. 

Pré-escola

Pré-escola, tal como em Portugal, dura dos 2 aos 5 anos. Não é obrigatória e como tal, não é financiada pelo estado Checo até aos 4 anos. Estas instituições têm como objectivo promover hábitos de aprendizagem e fomentar relações entre crianças, essenciais para o seu desenvolvimento social.

 https://www.msmt.cz/areas-of-work/preschool-education

Ensino Básico

A escola básica (základní škola) na República Checa dura 9 anos (dos 6 anos aos 15 anos) e divide-se em duas etapas. A primeira, é o equivalente à nossa escola primária, dura 5 anos. As aulas são dadas por um único professor e incluem temas como Checo, inglês (ou uma segunda língua), artes, matemática, técnicas de informática, história e geografia, ciência, música e educação física. A segunda etapa dura do 6º ao 9º ano e é semelhante ao nosso ensino básico. O currículo inclui duas línguas estrangeiras, Checo, literatura, matemática, IT, geografia, física, biologia, química, música, arte e educação física. Depois destes 9 anos termina o ensino obrigatório. 

Ensino secundario

A escola secundária dura três anos. Nesta fase os alunos podem escolher uma escola relacionada com as suas áreas de interesse e carreiras futuras. A maioria do ensino na República Checa é público. Existem algumas escolas privadas nas grandes cidades (Praga e Brno), estas escolas são muito prestigiadas e oferecem oportunidades únicas aos alunos que lá estudam.

Quatro tipos de escola secundária integram este sistema:

  • Geral (Gymnazium)
  • Técnica
  • Vocacional
  • Técnica/Vocacional Integrada.

A educação nestas escolas é organizada quer para alunos a tempo inteiro quer para pessoas empregadas.

A candidatura à frequência das escolas secundárias apresenta dois requisitos: a conclusão da escolaridade obrigatória e a realização de um exame de admissão, que varia conforme o tipo de escola, mas que normalmente inclui provas de Língua Checa, de Matemática, de uma Língua Estrangeira, por vezes, e de testes psicológicos.

Ensino Superior

Tal como em Portugal o ensino superior divide-se em Universidades e Escolas profissionais (vyšší odborná škola, VOŠ). Para ingressar no ensino superior os alunos têm de completar o secundário e passar o exame específico de entrada à universidade (cada universidade tem o seu próprio exame!). 

As universidades são públicas e muitas têm um currículo em checo paralelo a um currículo internacional (leccionado em Inglês). O currículo em Inglês não é comparticipado pelo estado. Os alunos têm de cobrir todos os custos, aproximadamente 10 000€/ano. 

De um modo geral a educação na República Checa é de alta qualidade, muito rígida e até mais exigente que a Portuguesa.  No entanto, peca por ser muito teórica, falta a componente prática para aplicar todo o conhecimento teórico adquirido.

Leia também

Um comentário em “A educação na República Checa

Adicione o seu

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: