10 curiosidades do Japão

Marta Castro

É difícil escolher as 10 coisas mais surpreendentes no Japão, pois podia fazer listas sobre cultura, religião, gastronomia, entretenimento etc, e não terminaria. Neste artigo decidi escrever sobre 10 curiosidades que não passam despercebidas a quem vem ao Japão:

1 – Transportes Públicos

Os transportes públicos são incrivelmente pontuais no Japão. Se houver atraso de 1 ou 2 minutos o condutor pede desculpa pelo atraso e pelo transtorno que esse atraso poderá causar aos passageiros. Para além disso, se o comboio tiver um atraso considerável, existe um certificado disponível para as pessoas apresentarem na empresa ou na escola para justificar a sua chegada tardia. 

É possível ir de comboio até quase todos os cantos do país. Os famosos comboios de alta velocidade ou shinkansen, viajam a 320kms por hora, são muito espaçosos, confortáveis e têm uma curiosidade, os assentos mudam de direção consoante a direção do comboio, para os passageiros viajarem confortavelmente virados para a frente. 

2 – Onsen, Águas Termais ou Banhos Públicos( 温泉)


A água está intimamente ligada à espiritualidade e limpeza na cultura japonesa. Os onsen, são banhos públicos, normalmente com águas termais onde a pessoa vai para relaxar e obter todos os benefícios das mesmas.

Existem regras a seguir que são fornecidas à entrada nos ryokan (pousadas ou hotéis tradicionalmente japoneses). Na maioria homens e mulheres tem espaços separados. Contudo, para os mais envergonhados ou que preferem privacidade, existem banhos que se podem reservar e ir em família. Não só é uma experiência de relaxamento e bonding entre pessoas, mas estão sempre connectados à natureza, pelo que a maioria das vezes são ao ar livre com vista para lagos, montanhas ou mar. É sem dúvida um must-do no Japão. 

3 – Uso de Yukata (浴衣)

A Yukata é uma versão mais informal do Kimono (e bastante mais fácil de vestir!). 

Quando pernoitamos em ryokan ou outros hotéis, são fornecidos Yukata a cada pessoa para uso. Podem ser de uso exclusivo para ir aos banhos públicos ou ser permitido andar pelo ryokan e ir aos restaurantes do hotel. Nas cidades onde as águas termais são típicas, podemos encontrar pessoas vestindo as suas Yukatas e imediatamente identificar quem está alojado no mesmo ryokan que nós, pelo padrão usado. Contudo, na maioria dos hotéis de estilo ocidental, a Yukata é usada exclusivamente no quarto, pelo que é melhor ler as instruções do seu uso à chegada para evitar o embaraço de ir ao pequeno-almoço de Yukata quando todas as pessoas estão vestida com roupa do dia-a-dia. 

10 curiosidades do Japão

4 – As Casas de Banho Japonesas

Quem visita o Japão não fica indiferente à tecnologia das sanitas japonesas. Os tampos abrem automaticamente quando entramos na casa de banho, os assentos são aquecidos, e o bidé está integrado na sanita, ou seja, existem botões para lavagem, secagem (com diferentes pressões e posições) e até ruído de água para os mais tímidos. A maioria tem um sistema ecológico de aproveitamento da água de lavagem das mãos para o autoclismo. É de referir que nos hotéis existem chinelos exclusivamente para uso na casa de banho, pelo que não confundas os chinelos de uso no quarto com os da casa e banho! 

5 – Restaurantes: Montras de comida e Tickets

No Japão, a maioria dos restaurantes, grandes ou pequenos, têm displays em plástico das refeições servidas no restaurante. Assim, mesmo que não fales japonês, podes apontar para a comida na montra e indicar a opção que escolheste. Para além disso, existem muitos restaurantes com uma máquina de venda à entrada. Neste caso, fazes a escolha do que queres na máquina, seguido do pagamento e recebes um ticket. Este ticket é dado ao Chef ou à pessoa na entrada que te encaminha. Assim, consegues sempre desenrascar-te. 

6 – Animais de estimação

Os animais de estimação, especialmente os cães, têm uma maneira de ser tratados muito diferente do que estamos habituados. No Japão, é normal encontrar cães com roupinhas (desde T-shirts, saias, casaquinhos e até botas) e os donos passeiam os seus animais em carrinhos. É comum também encontrar spas e hotéis para cães e a preços exorbitantes. Existem várias regras a cumprir para quem tem animais de estimação e que deverão ser rigidamente cumpridas (como registar o animal de estimação na morada, andar sempre de trela, etc.). 

7 – Máquinas Pachinko  (パチンコ)

Um dos maiores entretenimentos no Japão para quem gosta de apostas e jogo, são as Pachinko Slots. Facilmente reconhecemos um estabelecimento Pachinko, quando as portas se abrem, a música sonora e ruído contrastam com a calmaria das ruas. Estas máquinas são parecidas com as típicas slot machines onde se fazem apostas. Aqui, as pessoas a jogam individualmente, cada pessoa na sua máquina, não é uma atividade social, pelo que, se quiseres experimentar, sê discreto e evita meter conversa com outros jogadores. 

8 – Pauzinhos e sua etiqueta (箸)

Tal como outros países na ásia, a maioria das pessoas come com pauzinhos. No Japão, existe uma etiqueta de pauzinhos que devemos conhecer para não ofender ninguém à nossa volta. Alguns exemplos são: não brincar com os pauzinhos, não apontar, não espetar, não cruzar, não tocar num alimento e não o selecionar, não passar comida dos teus pauzinhos para os pauzinhos de outra pessoa, não usar os teus pauzinhos quando se está a partilhar comida, deverá haver uns pauzinhos extra neste caso). 

9 – Carrinha Yakiimo (焼き芋)

Quando me mudei para o Japão, todos os dias às 3:30 da tarde ouvia pela janela uma gravação de alguém a dizer “Ishiyaki-Imoooo!” e percebi que era uma carrinha com batata-doce assada a passar vagarosamente. Tal como nós temos as carrinhas dos gelados ou os stands das castanhas assadas, aqui no Japão as batatas doce são a delícia típica do Outono e Inverno. 

10 – Máquinas de venda automática

Quase em cada canto de Tóquio podemos encontrar Máquinas de Venda: com água, sumos, chá, café, café com leite, até máquinas só de gelados e snacks. Confesso que mesmo passado 5 anos no Japão não consigo beber café em lata de uma máquina de venda, mas compreendo que numa cidade tão agitada como o Japão, muitos o façam. Existem ainda máquinas de venda com produtos tradicionais, por exemplo, se fores viajar para outras regiões do país, poderás encontrar uma máquina de vendas exclusivamente com doces dessa região.

Lê também:

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subir ↑

%d bloggers like this: